CPI Divina

“Eu estou contra você, declara o Senhor dos Exércitos” (Na 3.5).

A história de Jonas, todos conhecem. Ele tentou fugir de sua missão, mas Deus o levou até Nínive e lá, ele entregou a mensagem de Deus, chamando o povo ao arrependimento.

Sim, eles se arrependeram, inclusive o rei e sua corte. Deus poupou a cidade de Nínive e por muitos anos, todos viveram felizes, mas não para sempre.

Cerca de 150 anos depois, Nínive voltou a ser a mesma de antes, ou pior. Parece que um dos problemas foi a ausência de educação religiosa, dos pais para aos filhos.

Aquela geração que conheceu a Deus pela mensagem de Jonas, não se preocupou em passar este testemunho aos filhos e netos.

Basicamente, Naum destaca dois pecados principais:

1) Nínive se tornou uma cidade violenta no uso de sua força militar. A cidade era sanguinária, repleta de fraudes, cheia de roubos, sempre fazendo suas vítimas (3.1).

Qualquer semelhança com cidades grandes do Brasil ou fora, é mera coincidência de pecados. Por isto, Deus disse que a cidade não escaparia de Sua ira. Naum dá detalhes, inclusive, de como Nínive pagaria por seus pecados.

2) O segundo pecado apontado, é o comércio sem escrúpulos, onde a corrupção reinava em tudo e em todos. Nínive corrompia as nações vizinhas para manter sua atividade comercial. Tudo em nome do lucro e do prazer. Também por isto, Deus se posicionou contra ela, e a destruiu.

Todas as cidades estão debaixo da ótica de Deus. Ele conhece cada uma, sabe de suas mazelas, sabe de seus governos, de sua população, costumes e pecados.

Os crimes cometidos pelo uso da força, não ficará sem juízo. O estilo de vida que faz da corrupção sua maior fonte de renda, também não escapará. Os corruptos serão punidos. Deus fará justiça.

Como cristão, morando na cidade, qual deveria ser minha atitude?

Ensinar os filhos a andarem com Deus pode salvar uma nação.

13 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 4 =